ACB apela ao reforço de policiamento e combate à criminalidade

Atendendo ao encerramento generalizado dos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, por imposição legal e tempo indeterminado, e ao elevar dos níveis de preocupação das empresas e empresários com a segurança de pessoas e bens, na sequência da ocorrência de alguns assaltos e atos de vandalismo na região, a Associação Comercial de Braga apelou, hoje, às forças de segurança para o reforço de policiamento de rua.

As empresas confrontam-se com uma redução parcial ou total da sua atividade, com consequências financeiras e económicas imprevisíveis, pelo que importa tudo fazer para que não venham a sofrer mais prejuízos e transtornos causados pela ação de delinquentes e “amigos do alheio”.

Para a ACB, não está em causa o empenho, a determinação e a tenacidade com que as nossas forças de segurança desenvolvem a sua missão em Portugal e na nossa região; mas, a necessidade de, nesta fase tão crítica para o nosso País e suas comunidades, suceder um reforço/reafectação de meios para policiamento de proximidade, de forma a garantir um efetivo combate à criminalidade e delinquência.