Comércio Investe Vila Verde

Cópia de IMG_0844Teve, ontem, lugar na Câmara Municipal de Vila Verde, a sessão de apresentação e lançamento do projeto de modernização do Comércio do Centro de Vila Verde que a Associação Comercial de Braga irá executar no âmbito da Medida “Comércio Investe”.Em parceria com a Câmara Municipal de Vila Verde e o IAPMEI serão apoiadas 15 empresas, com estabelecimentos comerciais no Centro de Vila Verde, na concretização dos seus investimentos de melhoria e de inovação comercial, apresentando-se esta intervenção conjunta como uma excelente oportunidade para revitalizar o Comércio de Vila Verde.

A adesão ao projeto por parte das 15 empresas é formalizada através de um contrato a celebrar entre estas e a Associação Comercial de Braga. Previamente, compete à ACB garantir a comprovação do cumprimento das condições de acesso das empresas aderentes fixadas no regulamento da medida “Comércio Investe”. Nos próximos dias, a equipa técnica da ACB vai contactar os empresários/as que já manifestaram interesse neste projeto, bem como identificar outras empresas que desejem investir na melhoria da gestão do negócio e na renovação das suas lojas.

Este projeto conjunto destina-se a micro e pequenas empresas do comércio a retalho com lojas nas 26 ruas centrais de Vila Verde, ou seja, nas artérias com maior densidade comercial, centralidade e grau de desenvolvimento económico e social.

 .

A ACB e a Câmara Municipal de Vila Verde apostam num trabalho em rede, no desenvolvimento do comércio electrónico, na valorização dos elementos que diferenciam o comércio local e na inovação comercial. O objetivo nuclear é contribuir para o reforço do papel do comércio de rua e de proximidade, aquele que dá vida às nossas vilas e cidades.

Para além do investimento que cada loja aderente vai realizar na aquisição de mobiliário, equipamentos, remodelação do layout, requalificação da fachada, entre outros, há um investimento em ações coletivas que será assegurado pela ACB, com vista à promoção deste centro urbano e atração de consumidores.

O investimento total está próximo dos 400.000 euros, sendo 84% da responsabilidade das empresas aderentes. As empresas beneficiam de um incentivo não reembolsável de 45%, calculado em função das despesas elegíveis e até a um limite máximo de incentivo por empresa de 20.000 euros. Estes indicadores e outros aspectos relativos às condições de acesso a cumprir pelas empresas serão, em seguida, apresentados pelo Diretor Geral da ACB

Este projeto conjunto enquadra despesas de investimento que se realizem entre 13 de Abril de 2015 e 12 de Outubro de 2016. Pretende-se promover uma revitalização permanente da oferta comercial de Vila Verde, assente num conjunto de princípios e objetivos gerais, a saber:

1) Criar uma comunidade formada por uma rede de empresas e de estabelecimentos aderentes;

2) Inovar no sentido de optimizar os pontos de venda e aumentar a sua visibilidade;

3) Aplicar novas técnicas de comercialização, organização e gestão do negócio;

4) Criar serviços comuns que facilitem a interação com os clientes;

5) Desenvolver uma gestão inteligente do portfólio de produtos e serviços diferenciadores;

6) Reforçar a divulgação e envolver os clientes.

 .

Com esta intervenção conjunta será fortalecido o tecido comercial de Vila Verde e geradas novas oportunidades de investimento e de negócio. A ACB espera, assim, o maior empenho e dedicação dos empresários aderentes.

Partilhar:
Redes Sociais